LEIA ANTES DE ACESSAR O CONTEÚDO | Esse espaço tem o objetivo de oferecer suporte didático democratizando o ensino da Biologia. Todo o conteúdo encontrado aqui (resumos, exercícios, textos etc.), poderá ser livremente baixado ou citado por professores, alunos, outros Blogs, sites, fóruns ou qualquer mídia de comunicação mediante informação da fonte: SILVA, F. R., Et al. . Eu Não Entendo Biologia. 2008; Tema: Biologia para o ensino médio. (Blog).Acessado em:__/__/2017.
NÃO RESOLVEMOS QUALQUER TIPO DE TRABALHO ESCOLAR OU UNIVERSITÁRIO.
Você que acessa e utiliza o site esteja ciente das informações acima aproveite e deixe um comentário.
Para se cadastrar como frequentador
CLIK AQUI

Pesquisar no Blog

Cravos parentes das aranhas?


Quem nunca parou no espelho e deparou-se com inúmeros cravinhos em sua pele?
Somos tomadas por uma vontade quase incontrolável de espremê-los! É como se algo tomasse conta dos nossos corpos e não sossegássemos até que o bendito pontinho preto não esteja mais no nosso campo de visão..rs
Isso sem contar no prazer que muitos sentem em retorcer o nariz ou o queixo até que pequenos cilindros vermiformes de cor branco-amarelada surjam pelo poros.
Todo mundo já ouviu dermatologistas e esteticistas desaconselhando tal prática, mas é algo tão incorporado no nosso conjunto de “ maus hábitos” que virou até uma prova de amor e intimidade entre muitos casais e amigos pois , é comum vermos pessoas espremendo cravinhos alheios inclusive em lugares públicos.
Quem nunca ouviu a famosa frase: “ Amiga ( ou amor) por favor, deixe-me espremer esse cravo, ele ta me olhando! (como assim , olhando?) ”
Deixar que façam isso com a gente é uma prova de que tal pessoa representa alguma coisa na nossa vida! Rsrs

Agora vem a parte macabra da história: alguém disse pra alguém , que disse pra alguém...que os cravos na verdade são bichos horrendos da mesma família das aranhas( aracnídeos) e que é possível vê-los em movimento após serem retirados da pele. ( o cara tem que ter uma visão nota 1000!! rs )
Bom, mas será que isso é totalmente mentira?
Preocupada com o fato de ter minha linda cútis visitada por indesejáveis parasitas, fui atrás de uma resposta que pudessse acalmar e esclarecer esse assunto.
Pra gente relembrar, nossa pele tem anexos importantes como o folículo pilossebáceo que é composto pelo: pêlo; glândula sebácea e músculo eretor do pêlo que tem estrutura muscular.
Devido ao acúmulo de gordura e células córneas no interior desse folículo ocorre um entupimento que impede a drenagem do sebo para fora da pele formando uma espécie de “ tampão” conhecido como comedão (cravo), que pode ser aberto (cravo preto) ou fechado (cravo branco).
Esse ponto negro corresponde ao orifício do ducto excretor. Espremendo-se a pele, desprende-se um pequeno cilindro vermiforme, escuro ou pardacento na sua extremidade superior e branco na sua extremidade inferior. A cor escura da extremidade superior se deve à oxidação da matéria córnea em contato com o ar.

“Os comedões são excelentes meio de cultura para uma bactéria que costuma viver na superfície da nossa pele, chamada Propionibacterium acnes. A P.acnes invade o folículo e se alimenta das gorduras do sebo, prolifera-se e causa infecção da unidade pilo-sebácea. A partir deste momento, não temos mais um cravo, e sim, uma espinha propriamente dita, composta pelo comedão e uma bolsa de pus ao redor.” PINHEIRO.



No entanto,os cravos ,por vezes, se encontram associados à presença de um ácaro( Classe dos aracnídeos , daí a comparação com aranhas , lembram?)
chamado Demodex foliculorum, cujo habitat é o folículo pilosebáceo.
Pode ser encontrado naturalmente nas glândulas sebáceas e nos folículos pilosos,
os locais mais afetados por ele são o rosto, as costas e o peito.
A cópula ocorre na abertura dos folículos pilosos do rosto, costa e peito de humanos. As fêmeas grávidas migram para glândulas sebáceas, onde depositam ovos; cerca de 60 horas após, há eclosão de larvas que, em seis dias, transformam-se em adultos. Estes migram pela pele, principalmente durante a noite, quando os machos fecundam as fêmeas.
E nessa fase (antes da cópula) que ocorre a transmissão para novo hospedeiro, através de contato direto.
As fêmeas vivem cerca de seis dias.
Embora geralmente considerado um parasita não patogênico nos livros-texto de parasitologia, Demodex folliculorum tem sido implicado como agente causal de algumas condições dermatológicas, como erupções tipo rosácea e alguns tipos de blefarite ( inflamação da pálpebra).Por ser um parasita oportunista pode ocasionar o agravamento do quadro inflamatório.Entretanto, esses casos são extremamente raros, ao contrário da enorme prevalência da infestação.
É aconselhável retirar o “cravo” com o auxílio de dois dedos limpos, após lavar a área com sabão e água morna. Depois de retirar o “cravo”, deve-se aplicar um anti-séptico no local para evitar inflamação bacteriana.
E VALE LEMBRAR , É ACONSELHÁVEL SEMPRE PROCURAR UM DERMATOLOGISTA PARA UMA MELHOR AVALIAÇÃO E TRATAMENTO DA PELE ACNÉICA.
Beijos verdes!
Referências:

NEVES, D. P. et al. Parasitologia Humana. 11ed. São Paulo: Atheneu, 2005.

PENA, G.P. & ANDRADE FILHO, J. de S. - Is Demodex really non-pathogenic? Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo, 2000.

BONAMIGO, RENAM RANGEL. A Expressão Imunoistoquímica Das Melaloproteínas 2 e 9 da Matriz Rosácea Inflamatória . Tese Doutorado. Universidade do Rio Grande do Sul.2003.

DE REZENDE, M. J. Publicado no livro Linguagem Médica, 3a. ed., Goiânia, AB Editora e Distribuidora de Livros Ltda, 2004.

DE CAMPOS, Shirley . Pele- estrutura. Disponível em : http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/16744 > Acessado em :24/10/2010.

PINHEIRO,Pedro. Entenda Como Surge a Acne, Conhecida Popularmente Como Cravos eEspinhas (no Brasil) e Borbulhas (em Portugal).Disponível em :
http://www.mdsaude.com/2009/09/acne-cravos-e-espinhas.html > Acessado em 24/10/2010.

5 comentários:

  1. :q Execelente texto professora Rosane bastante esclarecedor :n Galera cuidado com o "cravo" sua cara agradece :i

    ResponderExcluir
  2. Gostei! Bem que "toda mentira tem um fundo de verdade"!

    ResponderExcluir
  3. muito esclarecedor, tem muitos livros de ciências que nem passam perto dessa explicação. Parabéns. Prof.Renato-ciências-Ribeirão Preto.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom texto. É bom esclarecer que cravo não é um termo técnico ou científico e sim popular, portanto chamar o artrópode "Demodex foliculorum" de cravo não é errado como pregam alguns dermatologistas.

    ResponderExcluir

Atenção! Os comentários são para trocamos conteúdos, opiniões, dúvidas, elogios, críticas, sugestões etc., ou seja, é uma forma de interagirmos com você. Então deixe sua mensagem aqui abaixo, pois é nosso principal combustível para novas postagens.

QUESTÕES DE BIOLOGIA DE VESTIBULARES RECENTES CLIQUE AQUI PARA BAIXAR